Ronco e apnéia : diagnóstico - parte 2.


Dando continuidade ao assunto, nesta parte 2 iremos discutir como é avaliada a SAOS (Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono).

Por melhor que sejam os relatos dos que acercam o paciente, o ronco deve ser avaliado de maneira objetiva sem interferência de relatos incompletos e tendenciosos sobre o problema. Esta avaliação chama-se POLISSONOGRAFIA, exame onde o paciente é monitorado durante o sono para verificação do índice de apnéia e do ronco. Além disso avalia-se frequência cardíaca, número de episódios ronco/apnéia, volume do ruído, fases e qualidade do sono, movimentação do paciente, etc.

Exame de Polissonografia

A obesidade é reconhecida como um dos principais fatores de risco para SAOS. Na presença de obesidade, vários problemas podem ocorrer na região da orofaringe, tais como: relaxamento da musculatura, diminuição do espaço para amídalas, recuo da base da língua agravado pela posição do queixo e respiração bucal, o que predispõe o indivíduo a esta síndrome .

Além disso a obesidade pode agravar a situação porque o acúmulo de gordura local diminui ainda mais o espaço para a passagem do ar. Curiosamente, o indivíduo sofredor de SAOS que não é obeso, encontra na síndrome um fator que pode desencadear ou favorecer o acúmulo de peso. Sabe-se que vez a privação do sono resultante dos microdespertares causados pela apnéia, diminuem o metabolismo. Em adição, alterações no sono aumentam a produção do hormônio grelina, substância que tem o efeito oposto da leptina, ou seja, aumenta o apetite. Por isto o indivíduo obeso tende a ter SAOS e o indivíduo com SAOS tende a acumular peso.

No exame de telerradiografia em norma lateral (figura abaixo) pode-se ter uma idéia da atresia da região de faringe.

Telerradiografia lateral

Para uma informação mais precisa pode-se solicitar uma avaliação tomográfica de feixe cônico para visualização tridimensional do espaço aéreo.

Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico da face

Com estes exames avalia-se a severidade do caso e indica-se a terapia apropriada, conforme veremos na parte 3.

Podemos realizar o dignóstico e dependo da severidade do problema podemos indicar o tratamento adequado.

Agende sua avaliação!

www.odontologiamiasiro.com

Tel: (11) 3826-0348

São Paulo |Santa Cecília | Higienópolis | Dentistas Especialistas formados pela USP

Todas especialidades em uma única clínica.

#Ronco #Apnéia #OdontologiaMiasiro

Posts Em Destaque